Viva Sem Celulite!

Descubra os segredos
para eliminar a celulite

O que é a celulite?

o-que-é-a-celulite-02celulite é uma alteração causada pelo acúmulo de gordura, água e toxinas nas células, fazendo que essas células fiquem cheias e endurecidas, deixando o local com desníveis, algumas ondulações, diversas retrações e nódulos, que se manifestam externamente através dos furinhos indesejados.

Celulite é o nome popular da lipodistrofia ginoide e não é uma condição médica grave, mas pode causar desconforto nas mulheres por causa da aparência de que confere à pele.

Afeta aproximadamente 95% das mulheres após a puberdade, de todas as etnias, embora seja mais comum entre as mulheres de pele branca. Raramente é observada em homens, mas pode ocorrer quando houver algum desequilíbrio hormonal.

Não é considerada uma doença, contudo é uma preocupação estética importante para um grande número de mulheres.

A celulite tende a ocorrer nas áreas onde a gordura está sob a influência do estrógeno (hormônio feminino), como nos quadris, nas coxas e nas nádegas; também pode ser observada nas mamas, parte inferior do abdome, nos braços e na nuca – curiosamente regiões em que é observado o padrão feminino de deposição de gordura. A obesidade não é condição necessária para a sua existência; há muitas mulheres magras com celulite.

Segundo os dermatologistas, o aparecimento da celulite é causado por vários fatores. “A genética é uma delas, mas, sexo, etnia, biotipo, distribuição de gordura e peso, flacidez cutânea e o sedentarismo, alterações circulatórias, problemas hormonais, má alimentação e até o stress, estão relacionados com o desenvolvimento da celulite.

Outro ponto importante é que a celulite, dependendo da fase do processo e do investimento em seu tratamento, em alguns casos são reversíveis, mas vale ressaltar de que o aspecto da celulite sempre melhora com os procedimentos e produtos corretos.

Tipos de Celulites

tipos de celulite

 

A celulite pode ser classificada quanto à sua evolução e em relação ao seu aspecto. Quanto à sua própria evolução, ela foi classificada em graus, que são avaliados por meio da “Cellulite Severity Scale”, um método desenvolvido pelas médicas dermatologistas brasileiras Doris Hexsel, Camile Hexsel e Taciana Dal Forno. Essa nova classificação avalia a celulite de forma mais objetiva e já é especialmente reconhecida internacionalmente. Essa classificação avalia as principais características clínicas da celulite.

Graus de classificações da celulite

  • Grau I: não visível e dificilmente palpável. Apenas mudanças histopatológicas iniciais.
  • Grau II: não visível e palpável pelo pinçamento digital, onde se observa este aspecto da pele em casca de laranja. Pele pálida, fria e usando elasticidade diminuída.
  • Grau III: facilmente visível e totalmente palpável.
  • Grau IV: nódulos maiores, bem visíveis, muito mais palpáveis, aderidos a planos profundos e muito dolorosos.

Classificação da celulite em relação à consistência da pele:

  • Dura: pacientes jovens, com atividade física regular, o aspecto de casca de laranja só aparece se comprimirmos com os dedos.
  • Flácida: pessoas sedentárias e gatas que perderam bastante peso, levando à flacidez.
  • Edematosa: ocorre em mulheres jovens que tomam anticoncepcionais. O sinal da casca de laranja e o edema é especialmente bem precoce.
  • Mista: representa a evolução de uma forma antiga para outra. Pode haver celulite endurecida na face externa da coxa e já ter a forma flácida na face interna.

Sintomas mais comuns

sintomas comuns da celuliteExistem vários graus de celulite, desde aquele em que as depressões só aparecem quando se pinça a pele com os dedos ou os músculos se contraem, até aqueles aspecto acolchoado e nodulações sempre visíveis.

Nos graus que já estão avançados, a celulite pode até causar dor, pois promove a compressão de terminações nervosas locais, comprometendo a qualidade do vida.

Sendo mais comum nas coxas, nádegas e no abdômen, também na nuca, nos braços e seios, a celulite, além é claro das próprias obstruções aparentes. Os casos mais iniciais são assintomáticos, mas os mais adiantados podem incluir:

  • Local da região da pele muito mais fria;
  • Endurecimento da superfície, reclmação de dor e também sensibilidade;
  • Pele com aparencia irregular;
  • Sensibilidade no local;
  • Vermelhidão da pele fora do normal;
  • Dor e incômodo;
  • A Pele fica mais brilhante, inchada e também irregular;
  • Pode igualmente surgir alguns caroços na área afetada;
  • Em quadros ainda mais extremos, a epiderme têm a possibilidade de endurecer e apresentar nódulos.

Normalmente, a celulite não apresenta sintomas para além do aspecto visível na pele. A pele com celulite fica com aspecto de casca de laranja, com covinhas. Em graus mais avançados, a pele parece acidentada, com estado por uma área com depressão.
Os sintomas, no início, estão relacionados com estes de má circulação, percebendo alguma retenção de líquido e com a evolução ela pode formar nódulos dolorosos.

Vídeos Recentes

1
Como diminuir a celulite em 7 dias - Dicas da Dedessa
Como diminuir a celulite em 7 dias - Dicas da Dedessa
2
CELULITE: descubra o que realmente funciona
CELULITE: descubra o que realmente funciona
3
ACABE com a CELULITE - Receita Caseira - Guia Completo
ACABE com a CELULITE - Receita Caseira - Guia Completo
4
Água x Celulite
Água x Celulite
5
A melhor dieta Detox
A melhor dieta Detox

Celulite infecciosa e Celulite bacteriana

Descubra a diferença entre a celulite infecciosa e celulite bacteriana

Embora os nomes sejam diferentes, a celulite infecciosa e bacteriana são a mesma coisa. A doença é causada pelo ataque de bactérias que penetram na epiderme do paciente através de um corte, ferida, úlcera, bolha ou até mesmo alguma micose nos pés. A doença pode provocar dor, irritação, ardência no local, manchas vermelhas e até a infecção do organismo.
Então, se por acaso você sentir qualquer um desses sintomas pelo corpo, não deixe do ir ao médico imediatamente para fazer o diagnóstico correto e procurar tratamento.

Celulite Bacteriana

celulite-infecciosa-e-celulite-bacteriana

A celulite bacteriana tem cura? Descubra como identificar e tratar

celulite bacteriana é uma cafifa de pele que também pode afetar seu organismo como um todo. O problema acontece quando bactérias conseguem entrar nas camadas mais profundas da pele, causando uma grande infecção. Isso pode vir a acontecer em situações onde há algum corte, ou bolha, às vezes ferida e até mesmo uma picada de insetos na pele.

Quais são estes principais sintomas?

O local da pele infeccionada fica vermelho e inchado, a pessoa sente muita dor na região afetada, surge também a febre e uma sensação por calor na pele e surgimento de manchas. É muito comum confundir a celulite bacteriana com a erisipela, por isso, é especialmente importante prestar atenção na infecção, que é muito mais profunda e mais frequente em membros inferiores e, em casos mais graves, pode gerar tonturas, fadiga, tremores e até surgimento de bolhas. O celulite bacteriana dever ter o seu diagnóstico feito por 1 médico especialista, por isso, se apresentar um dos sintomas citados, procure imediatamente o seu o médico.

A celulite bacteriana tem cura? Como tratar esse problema?

Esta doença possui cura sendo que o melhor tratamento é aquele feito de forma precoce. É recomendado o uso do antibióticos via oral ou injetável, manter-se em repouso para reduzir a dor e o inchaço. Também é importante hidratar este local afetado para evitar mais rachaduras. Ainda podem ser receitados analgésicos e anti-inflamatórios durante o tratamento.

Como podemos prevenir a celulite bacteriana?

Embora o tratamento seja eficiente, é especialmente sempre melhor prevenir do que remediar. Por isso, recomenda-se alguns cuidados importantes para evitar a celulite bacteriana: Se houver algum | ferimento na pele, lavar bem com sabonete e água corrente na hora em de que ocorrer o machucado ou picada. Em casos por curativo, fazer a troca regularmente, continuamente limpando a região afetada. Em caso de picadas, não coçar e cutucar, porque a nossa unha pode contaminar o local.
Em pessoas que possuem outras doenças, como dermatite ou micose, a entrada do bactérias é mais fácil. Sendo assim, é fundamental que, nesses casos, este paciente mantenha a pele muito bem hidratada e siga todo o tratamento para o controle de crises.

Celulite Infecciosa

celulite-infecciosa-e-celulite-bacteriana-02A celulite que é uma inflamação caracterizada por espécies por furinhos na pele, ainda é especialmente considerada um grande problema estético para muitas pessoas. Este problema afeta cerca de 95% das mulheres logo após a puberdade, contudo pode ser tratado com algumas mudanças de hábitos bem simples. Mas a celulite infecciosa é diferente da primeira e pode causar complicações sérias para a sua saúde se não for tratada rapidamente.

O que é a celulite infecciosa?

celulite infecciosa, também conhecida de celulite bacteriana, é especialmente ocasionada pelo ataque de bactérias que penetram na pele do paciente através um corte, ou uma ferida.

A celulite infecciosa é uma doença grave de que se instala no corpo através de uma porta qualquer que pode ser uma ferida, alguma espinha, e as vezes até uma unha encravada. Bactérias, principalmente do tipo estafilococos e estreptococos, penetram o organismo do paciente e alojando-se aí passam a executar seu trabalho infeccioso.

As bactérias instaladas no indivíduo contaminam tecido subcutâneo e começam a prejudicá-lo. Frequentemente, a celulite infecciosa causa lesões graves, pois os tecidos próximos aos atingidos inicialmente igualmente vão sofrendo com a infecção.

Algumas das possíveis causas

A celulite infecciosa surge no momento em que as bactérias do tipo Staphylococcus ou Streptococcus conseguem penetrar na pele. Portanto, este tipo de infecção é especialmente mais comum em mulheres com feridas ou cortes e picadas que não foram corretamente tratados.

Além disso, pessoas com doenças de pele de que possam causar cortes, como dermatite ou micose, também têm elevado risco de desenvolver um caso de celulite infecciosa, assim como pessoas com sistema imune enfraquecido ou diabetes, por exemplo.

Quais são os importantes sintomas da celulite infecciosa?

Os sintomas mais comuns são:

  • Intensa vermelhidão na área da pele,
  • Dor e inchaço, podendo desencadear febre,
  • Tremores e mal-estar no paciente usando a infecção.
  • Dor intensa na região afetada;
  • Inchaço da área infectada;
  • Epiderme com aspecto demasiadamente macio.

Esses sintomas igualmente podem ser sinal de outros tipos de infecção na epiderme. O melhor é consultar um médico dermatologista para este diagnóstico correto e tratamento adequado.

A celulite bacteriana é contagiosa?

A celulite bacteriana não é contagiosa, pois não se pega simplesmente de uma pessoa para outra. Porém, se houver alguma ferida ou caapora de pele, tais como dermatite, que acaba rompendo a barreira cutânea, existem 1 risco mais elevado da bactéria conseguir penetrar na pele.

Qual é o tratamento para celulite infecciosa?

O tratamento deve ser realizado com antibióticos este mais rápido possível para evitar desconforto e diminuir o risco de complicações para o paciente. Lembre-se: a celulite bacteriana apenas consegue ser curada quando o paciente recebe a tratamento adequada.

O tratamento dura do sete a 21 dias e não costuma deixar sequelas. Normalmente, os sintomas melhoram em dez tempo após este início destes antibióticos, porém, se piorarem, pode ser necessário mudar de antibiótico ou até mesmo se internar no hospital, para fazer a medicação diretamente na veia e evitar que a infecção se espalhe pelo organismo.

Normalmente, os sintomas melhoram em 10 dias após o princípio dos antibióticos, porém, se estes sintomas piorarem pode ser necessário alterar de antibiótico.

Várias possíveis complicações

O maior risco de complicação da celulite infecciosa é especialmente a ocorrência de septicemia, que é um processo inflamatório generalizado no corpo. Caso não haja uma intervenção médica imediatamente, a infecção têm a possibilidade de alastrar-se, inicialmente por tecidos adjacentes aos primeiros afetados, em seguida a infecção atinge a corrente sanguínea e afeta tecidos em diversas outras regiões do corpo. Esse estágio é letal em vários casos.

Sejam Bem Vindas

Sejam bem vindas ao meu novo Blog.  Aqui você encontrará todas as informações sobre como acabar de vez com a celulite.

Deseja mais informações?

Siga-me

Motivação do Dia

“Saúde não é apenas ausência de doença, mas também a habilidade de resistir a infecções, ataques de parasitas e perturbações metabólicas.”

Edson Alves